Home » Arquivo

Artigos em Linhas de atuação

Linhas de atuação »

A cidade de Horizonte foi a escolhida para aplicar o programa escolar KiVa de enfrentamento ao bullying. Nove escolas de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental utilizarão a metodologia desenvolvida pela Universidade de Turku, na Finlândia, país onde já é aplicada em 90% das escolas. O Comunicação e Cultura é a responsável pela realização do KiVa no Ceará com o apoio da Embaixada da Finlândia no Brasil e com a parceria da Secretaria de Educação do Município de Horizonte.
Bullying é um termo em inglês, sem tradução para o português, …

Linhas de atuação »

O Comunicação e Cultura participou em agosto de um encontro em São Paulo para construção de uma rede de proteção à criança contra o assédio do consumismo. As crianças são a nova fronteira de expansão do mercado. Sem maturidade psicológica para se defender, são presas fáceis para os tubarões do marketing.

Despertar os pais para o problema e conquistar políticas públicas que regulamentem a publicidade e outras estratégias de marketing dirigido ao público infantil são os objetivos principais da rede em construção…

Linhas de atuação »

Hesitamos antes de postar esta imagem, que apenas tangencialmente tem a ver com jornal escolar (um dos jovens foi editor). A fotografia foi tomada na manifestação em Fortaleza, no dia do jogo entre o Brasil e México, mas poderia ter sido feita em qualquer lugar do país, pois o cartaz corre nacionalmente. É muito satisfatório saber que existe essa percepção juvenil sobre o professor. Porém, a mensagem do cartaz obriga também a termos um olhar “para dentro”.
Como acolhemos esses jovens que nos defendem na rua? Eles, que têm maturidade para …

Jornais escolares, Linhas de atuação »

Em dezembro passado, o Comunicação e Cultura lançou convite para formação da Rede Jornal Escola, com a finalidade de abrir um espaço de discussão e interação entre educadores interessados no tema.
A resposta prova que a necessidade latente de comunicação era muito grande. Mais de 800 educadores de todo o Brasil solicitaram sua filiação nas primeiras semanas. A única condição é ser um educador e estar interessado em conversar sobre o jornal escolar como recurso para o letramento e a expressão de crianças e adolescentes.
A comunicação é feita através de um grupo de …

Jornais escolares, Linhas de atuação »

A expressão “jornal escolar” é utilizada para publicações com funções e origens diferentes. Isto pode provocar confusões.
Os jornais institucionais têm como objetivo principal a comunicação oficial para famílias e comunidade, procurando valorizar o trabalho da escola ou mesmo da sua direção. Eles têm pouca ou nenhuma participação dos alunos, cujos textos, se publicados, são selecionados e revisados pelos professores.  Esses jornais publicam muitos textos institucionais e chegam a ser editados por jornalistas profissionais. O impacto na aprendizagem é praticamente nulo.
Os jornais estudantis são produzidos pelos Grêmios, Clube do Jornal, grupos …

Jornais juvenis, Linhas de atuação »

Trinta jovens de Fortaleza participaram do Curso organizado pelo Comunicação e Cultura, em parceria com a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Juventude de Fortaleza.

No último trimestre de 2011, esses jovens participaram da produção de uma revista.

O intuito foi testar metodologias e a possibilidade de encaminhar, com esse grupo, um projeto mais ambicioso de comunicação popular em 2012, para todo o município.

Veja aqui a revista publicada, fotos e vídeo do projeto.

Jornais escolares, Linhas de atuação »

A publicação de jornais escolares como forma de mobilização das famílias pela educação (visto que levam para elas o que acontece na escola, através da voz das crianças e adolescentes) foi exposta aos participantes do 1° Seminário Internacional de Mobilização pela Educação; Interação família-escola-comunidade, organizado pelo MEC, juntamente com a Secretaria da Educação do Ceará e a Fundação Itaú Social, nos dias 12, 13 e 14 de outubro, em Fortaleza.
O evento reuniu cerca de 500 pessoas de todos os estados do Brasil, entre educadores, gestores e técnicos das secretarias municipais …

Institucional, Linhas de atuação »

Pesquisadores de diversos campos e tendências têm constatado, ao longo dos últimos 40 ou 50 anos, que a escola tem cada vez menos influência na formação das novas gerações.
Essa situação decorre, basicamente, do crescimento dos meios de comunicação, a partir da divulgação massiva da televisão, tendência aprofundada hoje pela internet. Por esses dois canais, principalmente, uma multiplicidade de informações de sentidos opostos – valores positivos e negativos, situações sublimes e escabrosas – circula vertiginosamente.
Com essas mudanças, “a escola deixou de ser o único lugar de legitimação do saber, pois existe …

Linhas de atuação, Parceiros »

As escolas que escolheram o Jornal Escolar, no cardápio proposto pelo programa de educação integral Mais Educação, estão recebendo um questionário que busca reunir subsídios para um melhor conhecimento das expectativas de professores e monitores, formas de trabalhar e mesmo dificuldades enfrentadas na realização da atividade. Com o resultado da pesquisa em mãos, será possível ofertar suporte mais adequado às escolas.
O questionário, com campos específicos para professores/coordenadores e monitores do Programa Mais Educação, foi encaminhado por e-mail para quase 900 escolas. As perguntas abordam as rotinas adotadas, o perfil dos …

Institucional, Jornais escolares, Linhas de atuação »

O Programa de Ação Estadual contra a Desertificação do Ceará (PAE), publicado em agosto de 2010, reconhece nos jornais escolares uma estratégia idônea para a criação de uma cidadania ambiental.

A inclusão dos jornais escolares no PAE Ceará reconhece a importância da ação realizada durante os anos 2008 e 2009, que culminou com o Concurso Jornais Escolares contra a Desertificação, com participação de 576 escolas do Ceará. Esse concurso contou com a participação da Assembléia Legislativa do Estado.